SPFW: Portugal aos olhos de Reinaldo Lourenço

Em julho passado, Reinaldo Lourenço passou 15 dias viajando por Portugal. Ficou apaixonado pelo que viu em pequenas cidades como Viana do Castelo, Minho, Sintra, pelo clima desértico do Alentejo, pelas cidades maiores como Porto e Lisboa. Estes lugares serviram de inspiração para a coleção para o Inverno 2016 apresentada no São Paulo Fashion Week inverno 2016!

reinaldo-lourenco-spfw-inv16-038-654x983reinaldo-lourenco-spfw-inv16-045-654x983

As referências portuguesas, na versão de Reinaldo, ganham uma outra estética. O folclore foi transformado em algo super contemporâneo. Os azulejos portugueses ficaram mais gráficos. As noivas de Minho, que só vestem preto, inspiraram os chiques conjuntos de veludo. As tiras dos trajes portugueses típicos caíram como luva no trabalho de tiras que Reinaldo já faz, numa nova versão. Os aventais apareceram em vestidos de veludo com renda bordada por baixo.

reinaldo2

Continuar lendo

Anúncios

SPFW: PatBo entre franjas e cordas

A grife mineira PatBo pisou na passarela com um proposito bem diferente de outras coleções. O carro chefe da grife sempre foi o bordado, mas desta vez a Patbo inovou, apresentando no São Paulo Fashion Week inverno 2016 uma coleção rústica, com franjas e cordas.

patbo-spfw-inv16-002-654x983patbo-spfw-inv16-003-654x983

O tecido usado em alguns looks remete ao cobertor, que fez lembrar as peles e capas usadas nos ombros pelos povos nômades, o que acabou levando aos vikings. Patricia Bonaldi interpretou a referência dentro do repertório de sua marca, injetando muito glamour.

patbo-spfw-inv16-007-654x983patbo-spfw-inv16-009-654x983

Continuar lendo

SPFW: Alexandre Herchcovitch

Domingo (18) foi a abertura da temporada de desfiles mais importante do Brasil. O São Paulo Fashion Week comemora a sua 40ª edição vividos em 20 anos de muita intensidade e estilo.

Alexandre Herchcovitch abriu os trabalhos da edição Inverno 2016 da Fashion Run. Na passarela um clima fetichista e a cor preta imperou em vários looks. Num exercicio de mostra-esconde, o estilista brincou com elementos do sexo. Havia botas de couro, feitas em parceria com a Arezzo, produções que mesclam o recato e o despudor.

alexandre-herchcovith-spfw-inv16-002-654x983alexandre-herchcovith-spfw-inv16-004-654x983

Transparências ou mulheres com casacos pesados, recortados em linha diagonal com zíperes. Por baixo, meias arrastão pretas. Camisolões usados em séculos passados – quando o sexo era tabu e todo o corpo era escondido – ressurge com listras e fitas. O estilista ainda recuperou o xadrez, uma de suas marcas registradas.

Tecidos nobres e clássicos como cashmere, lã alpaca, cetim, tricoline e tule com elastano estão entre as matérias-primas da coleção.

alexandre-herchcovith-spfw-inv16-007-654x983alexandre-herchcovith-spfw-inv16-009-654x983

Continuar lendo